De acordo com Radar, Renan Calheiros não vai se contentar em deixar a presidência do Senado o ano que vem. 

"O sonho dourado do “Todo Poderoso”, como o apelidou Marco Aurélio Mello, é arrumar um espaço na Esplanada, de preferência no lugar do seu desafeto, Alexandre de Moraes."

Se isso acontecer, Renan assumiria o cargo que lhe rendeu o apelido na planilha da Odebrecht, "justiça".