De O Antagonista:

O procurador Helio Telho alertou no Twitter que Requião incluiu no projeto de abuso de poder uma emenda que prevê, em caso de morte do ofendido, que o direito de queixa possa ser "exercido pelo cônjuge, ascendente, descendente ou irmão".

"É a emenda Dona Mariza", ironiza o procurador.