O novo ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou o uso da Força Nacional, por 30 dias, para atuar na onda de violência no estado do Ceará. 

A corporação fará policiamento ostensivo entre outras ações de segurança em apoio às forças policiais já em operação no estado.

Desde a quarta-feira (2), dezenas de ataques terroristas aconteceram em Fortaleza, Tinguá, Pacatuba, Horizonte, Maracanaú, Caucaia, Pindoretama, Eusébio, Morada Nova, Jaguaruana, Canindé, Piquet Carneiro, Morrinhos, Aracoiaba e Baturité. 

Segundo o governo do estado, 40 pessoas foram detidas.

Para autorizar a medida, Moro considerou os episódios de violência no estado nos últimos dias e as dificuldades das forças estaduais de atenderem sozinhas à ação do crime organizado.