O doleiro Bruno Farina, sócio de Dario Messer, “o doleiro dos doleiros”, foi preso no Paraguai pela Interpol.

Farina era um dos alvos da Operação Câmbio, Desligo, desdobramento da Lava Jato do Rio, que investiga a ORCRIM de Sérgio Cabral. 

Agora preso, Farina pode se tornar delator.