O secretário-geral do governo Temer, Geddel Vieira Lima, é acusado, pelo ministro demitido da Cultura, de tentar interferir em benefício próprio.

Se Geddel fez mesmo isso, imagina se ele não tentaria interferir ou até mesmo acabar com a Lava-Jato, caso se sentisse ameaçado pela operação ? 

Geddel é o homem forte da articulação de Temer e teria sim poder para isso. A acusação do ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero é muito grave a ponto de começar a implodir o governo de Michel Temer.