A censura está cada vez mais descarada. Nesta segunda-feira, 22, a menos de 7 dias da eleição, o Facebook excluiu um grupo de 68 páginas e 43 contas da rede social que, juntas, formavam a maior rede pró-Bolsonaro da internet. 

Segundo a empresa, os donos dessas páginas violaram as políticas de autenticidade e spam ao criar contas falsas e múltiplas contas com os mesmos nomes para administrar essa rede. 

No entanto, o Facebook sabia exatamente quem eram os donos das páginas - o advogado formado pela USP Ernani Fernandes e sua mulher, Thais Raposo. 

É mais uma prova de que a rede social de Mark Zuckerberg está censurando os conservadores da plataforma. 

Em agosto deste ano, pouco antes do início da campanha presidencial, PapoTV também teve seus veículos banidos do Facebook e sem nenhuma explicação. 

Desde então criamos a rede social Growp, que já está disponível na plataforma Android

Baixe agora o aplicativo e vamos nos unir por lá, antes que seja tarde demais.