O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega e a ex-presidente da Petrobras, Graça Foster, acabam de ser processados pelo Ministério Público por improbidade administrativa.

Mantega, Foster e ex-integrantes do Conselho de Administração da Petrobras, são acusados pelos procuradores de manipular a política de preços da gasolina para represar a inflação nos anos de 2013 e 2014.

“Em realidade, eles atuavam segundo orientação do Governo Federal, que intentava segurar a inflação, tendo em vista as eleições presidenciais de 2014”, afirmam os procuradores.

Com Radar da Veja.