Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel, pediu nesta quarta-feira (6) que todos os países reconheçam Jerusalém como capital de Israel.

O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou na tarde desta quarta-feira (6) sua decisão de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel e de mudar a embaixada dos EUA de Tel Aviv para Jerusalém.

Atualmente, a cidade de Jerusalém é dividida entre Israel e a vizinha Palestina, que, reclama das ocupações de povoados palestinos na Cisjordânia por colonialistas israelenses.

Segundo Trump, o anúncio marca o começo de uma nova abordagem no conflito entre Israel e palestinos.