A Polícia Federal pediu a prisão domiciliar de Aécio Neves, de sua irmã Andrea Neves e dos deputados federais Cristiane Brasil, Benito Gama e Paulinho da Força.

Segundo O Globo, no entanto, os pedidos foram negados pela PGR e pelo ministro do STF Marco Aurélio de Mello.

Os imóveis dos citados foram alvos de busca e apreensão hoje pela manhã.