O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) protocolou na Secretaria Geral da Mesa do Senado um pedido de impeachment contra o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, e o ministro Alexandre de Moraes. 

Vieira apontou “gravíssima ameaça à democracia e seu corolário – a liberdade de imprensa – impedindo a difusão de notícia relativa ao Ministro Dias Toffoli na Revista Crusoé e no site O Antagonista“.

Segundo o senador, os ministros cometeram crimes de responsabilidade.

A acusação também aponta “subjetividade e genericidade” no objeto da investigação, irregularidade na instauração do inquérito por fatos ocorridos fora das dependências do STF, designação de relator sem sorteio, buscas com “propósito intimidatório” e rejeição pedido da Procuradoria Geral da República pelo arquivamento.

Quem decide agora se o pedido será votado no plenário do Senado é o presidente da casa, senador Davi Alcolumbre.