O desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da Lava Jato no TRF-4, homologou a delação premiada de Antonio Palocci, informa Monica Bergamo na Folha de S. Paulo

Palocci assinou com a Polícia Federal de Curitiba em Abril e, desde então, aguardava a homologação da Justiça para validar o acordo.

Os termos do acordo firmado com a PF e agora homologados pela Justiça ainda estão sob sigilo.

O ex-ministro foi condenado pelo juiz Sergio Moro em junho do ano passado a 12 anos de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção passiva.