Luiz Carlos dos Santos, vice-presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos de São Paulo foi preso hoje de manhã, acusado de envolvimento com o PCC.

Ele é suspeito de movimentar dinheiro do crime organizado em suas contas bancárias e de "ajudar a criar uma espécie de cadastro com os nomes e endereços de agentes penitenciários e de seus parentes, para serem mortos quando a facção julgar necessário".
Ele pensava no direitos humanos dos bandidos, e jamais nos dos agentes e seus familiares.