A Justiça Federal do Rio ouviu hoje três testemunhas de defesa no processo que acusa Sérgio Cabral e mais nove pessoas de desvios de quase R$ 50 milhões, informa o G1.

Durante depoimento do ex-secretário dos Transportes Sebastião Rodrigues Neto, algo incomum aconteceu no ambiente sério e formal.

Um dos advogados, mexendo no celular, foi surpreendido com o famoso "gemidão do Whatsapp".

O G1 destacou que “assim como nos depoimentos das testemunhas, ninguém confessou o ‘crime'”.

Assista o vídeo: